Guia do Participante

  • 1. Cadastro de usuário
    • 1.1 Como efetuar o cadastro?

      Ao acessar “Cadastre-se” o usuário fará o preenchimento das informações e dados solicitados para que sejam disponibilizados os acessos nivelados ao site do Leiloeiro Público. Ao finalizar o cadastro será enviado um e-mail ao seu endereço eletrônico com as demais instruções e as boas vindas. O envio da documentação digitalizada e a sua conferência pela equipe do Leiloeiro Público são condições obrigatórias para participação aos leilões online. 

    • 1.2 Níves de acesso.

      Existem três níveis de cadastro possíveis de se fazer. Tanto, pessoa física ou jurídica, poderão se cadastrar no site do Leiloeiro Público nos seguintes níveis de utilização abaixo: Nível 1: Cadastro de usuário simplificado cujos dados serão login (e-mail) e senha de segurança. Esta modalidade está nivelada para que o usuário receba notícias, informes e demais comunicações do site do Leiloeiro Público. Nível 2: Cadastro de usuário mais detalhado e com a juntada da documentação. Após a respectiva habilitação, o usuário estará liberado para efetuar lances e operar em leilões online. Para cada leilão será necessário solicitar a liberação para lançar. Nível 3: Cadastro de usuário completo cumulado ao fornecimento de maiores informações do usuário e com juntada de documentação. Este nível possibilitará a participação em qualquer modalidade de leilão, seja online ou simultâneo.

  • 2. Habilitação
    • 2.1 O que é habilitação?

      Cada evento apresentado no site do Leiloeiro Público está atrelado em condições e em regras próprias. Desta maneira, a habilitação é primordial para que o usuário possa participar do leilão online. Trata-se da confirmação que o mesmo tomou conhecimento das regras ali contidas e está apto a prosseguir no certâme escolhido. Destaca-se que o cadastro é genérico e deve estar sempre atualizado enquanto a habilitação é específica e válida para cada evento. Estar habilitado implica aceitação das condições e regramento do leilão.

    • 2.2 Solicitando a habilitação.

      O usuário deverá preencher todas as informações requeridas para o nível completo de acesso. Com isso, poderá solicitar a sua habilitação e lançar em leilões online. As etapas são: 1) Fazer seu cadastro com dados completos e contatos; 2) Importar por dentro da sua conta os documentos Identidade (RG) e/ou Carteira de Habilitação (CNH), CPF e Comprovante de Endereço todos em formato imagem " jpg"; 3) Acessar o leilão do seu interesse e então clicar no botão verde descrito como " Solicitação de Habilitação". Cumpridas estas 3 etapas bastará aguardar o processamento por nosso escritório e o aviso de sua liberação.

    • 2.3 Documentação.

      Pelas condições modernas que se têm em participar de leilões online, usuários conseguem buscar oportunidades de investimento e negócios nas mais diferentes localidades. Tudo isto facilitado, ainda mais, pela rede mundial de computadores – internet. Para tanto, é necessário que  após o cadastramento os documentos sejam enviados (digitalmente) para se ter a certeza de que o participante (chamado licitante) é idôneo e uma vez sendo vencedor, pagará o bem que comprou. Os documentos estarão sujeitos à homologação do Leiloeiro Público.

    • 2.4 Tela de Lances do internauta já habilitado para acompanhar tudo do leilão presencial.

      Informamos que na Tela de Lances do Internauta existe um campo que deve estar marcado para que seja feito acompanhamento ao mesmo tempo daquilo que se projeta no auditório (presencial). Por isto e para melhor uso desta ferramenta Online sugerimos que sejam feitos testes antes do evento. Caso esteja com dúvidas nesta questão procure seguir as seguintes etapas: 1) Fazer login com senha em sua conta; 2) Acessar o Leilão de sua habilitação e interesse; 3) Entrar no lote do seu interesse (clicar); 4) Acessar o comando "Dar Lance" (clicar); 5) Com a tela de lances aberta marcar o campo "Acompanhar leilão presencial"; 6) Com este campo marcado tudo que ocorre no auditório aparecerá para o internauta.

  • 3. Leilão
    • 3.1 O que é leilão?

      O leilão é uma modalidade moderna e dinâmica de venda (alienação) de bens mediante disputa em lances pelos interessados e definido com a vitória de quem confirmar a melhor oferta. Geralmente, os leilões oportunizam bens à aquisição em virtude das questões judicias ou extrajudiciais.

    • 3.2 Quem pode participar?

      Qualquer pessoa pode participar de um leilão que é um evento público, desde que maior capaz e que esteja na livre administração de seus bens (artigo 690-A do Código de Processo Civil).

    • 3.3 Existem impedidos de participar?

      Não podem participar os tutores, curadores, testamenteiros, administradores, síndicos ou liquidantes, quanto aos bens confiados a sua guarda e responsabilidade ou os mandatários quanto aos bens de cuja administração ou alienação estejam encarregados. Os mesmo para os servidores e auxiliares da justiça ligados à Justiça onde o leilão está sendo realizado, como também, o leiloeiro e seus parentes ou membros de sua equipe de trabalho, além de eventuais restrições para cada evento.

    • 3.4 Quais os documentos necessários para participar em leilão?

      Serão necessários os documentos pessoais e da comprovação residencial/domiciliar do usuário participante que deseja lançar. Destaca-se que para os casos que envolvam bem imóvel e comprador casado (ou união estável) será necessário informar os dados do cônjuge ou companheiro (a).

    • 3.5 Pode participar com apresentação de procuração?

      Sim, a procuração deve conter poderes especiais para o leilão em questão e estar com assinatura reconhecida em cartório.

    • 3.6 Quais os benefícios e vantagens de um leilão?

      O leilão público se reveste de inúmeras peculiaridades que o tornam muito vantajoso. São alguns dos pontos que merecem destaque: organização e planejamento com divulgação abrangente e personalizada; larga escala de publicidade feita de maneira consistente; experiência e credibilidade através da fé pública do Leiloeiro; simplicidade dos trabalhos com transparência e clareza nas negociações; tudo feito em voz alta com a concorrência aberta, pública e livre; participação de um maior número de prováveis compradores e motivados ao negócio; superposição de lances, com obtenção de melhores resultados; imediatismo dos resultados e rapidez nas decisões; pagamento à vista do produto final do leilão; o bem é vendido no estado e condição em que se encontra; prestação de contas completa com mapas dos resultados atingidos.

    • 3.7 Quais os resultados que se alcançam por aqueles que vendem através de leilões?

      Muitos resultados positivos têm sido obtidos pelas vendas em leilões públicos. Podem ser citados alguns exemplos: limpar espaços como armazéns, fábricas, edifícios ou salas, de forma a aproveitá-los melhor; desfazer-se do supérfluo, do usado e do obsoleto que só atrapalha ou que gera muita despesa para guardar e manter; criar alternativas para a obtenção de renda extra; resolver problemas de ordem interna como a renovação periódica de modernização da estrutura; preferir leiloar ao invés de armazenar quando a empresa decide pela desativação de uma determinada unidade de sua estrutura; evitar a perda de tempo e uma maior desvalorização dos bens; dar utilidade social, econômica e sustentável àqueles bens sem uso ou que já ultrapassaram o seu período de vida útil.

    • 3.8 Quais os bens (ativos) que podem ser leiloados?

      São alguns dos tipos e exemplos de bens que são leiloados: Industriais: Máquinas, Equipamentos em Geral, Ferramentas, Sucatas, Resíduos; Corporativos: Mobiliário, Informática, Celulares, Eletrônicos, Materiais Diversos; Imóveis: Residenciais, Rurais, Industriais, Comerciais; Renovação de Frota: Veículos, Caminhões, Motos, Ônibus, Carretas; Bens de Decoração: Mobília, Utensílios, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos; Obras de Arte: Quadros, Telas, Esculturas; Produtos de show-room: mostruário em geral com avarias e fora de linha.

    • 3.9 Alguns bens são considerados inservíveis por quais razões?

      Os bens poderão ser considerados genericamente inservíveis para àquele que detém sua posse ou propriedade, observando o seguinte quanto à destinação do material: Ocioso, quando, embora em perfeitas condições de uso, não estiver sendo aproveitado; Recuperável, quando sua recuperação for possível e orçar a cinquenta por cento de seu valor de mercado; Antieconômico, quando sua manutenção for onerosa ou seu rendimento precário em virtude de uso prolongado, desgaste prematuro ou obsoletismo; Irrecuperável, quando não mais puder ser utilizado para o fim a que se destina, devido à perda de suas características ou em razão da inviabilidade econômica de sua recuperação.

  • 4. Tipos de leilão
    • 4.1 Leilão Presencial.

      Esta modalidade de leilão ocorre em local definido e na forma presencial. Todos os participantes deverão efetuar lances diretamente do próprio local do evento.

    • 4.2 Leilão Online.

      Trata-se de dinâmica modalidade de leilão em ambiente virtual cuja característica principal é a de ser realizado através da rede mundial de computadores, a internet. O envio de lances e a disputa são registradas publicamente e de fácil acesso a qualquer interessado que acessar o site do Leiloeiro Publico. Esta modalidade apresenta uma peculiaridade frente à anterior pois utiliza data com dia e horário definidos para abrir em pregão virtual e evidenciar o melhor lance efetuado.

    • 4.3 Leilão Presencial e Online (Simultâneo).

      Esta avançada modalidade de leilão é caracterizada pela utilização das duas formas anteriores e em conjunto. Também é denominada de Leilão Simultâneo ou Misto. Destaca-se que no ambiente presencial será disponibilizada a ferramenta de internet e os usuários habilitados poderão disputar ao mesmo tempo com os licitantes presentes no local do evento. Trata-se, em resumo, de uma tendência mundial de se operar leilões cuja finalidade maior é garantir a ampla divulgação e acesso às oportunidades.

  • 5. Lote
    • 5.1 O que é um Lote?

      É um bem ou um conjunto de bens apregoados no leilão. No caso de leilão de veículos, um lote pode ser formado por apenas um automóvel, enquanto em um leilão de materiais, um lote pode ser constituído por um conjunto de motores e peças diversas.

    • 5.2 O que é um Sublote?

      Uma vez que diversos bens podem ser penhorados em um mesmo processo surge a situação de termos um lote geral contendo todos os itens ou os sublotes que será a forma individualizada de cada item. Ou mesmo em situações cujo interesse visa encaminhar a negociação dos bens de maneira agregada não dispersando partes ou itens complementares uns dos outros.

    • 5.3 O que fazer para lançar em Sublotes?

      A regra é de se dar preferência sempre àquela aquisição integral do Lote (bem ou conjunto de bens) enquanto que a forma de comprar individualmente cada item será a exceção e quando não houver oferta geral ou estipulação em contrário.

    • 5.4 O que é o valor mínimo de um lote?

      É o valor mínimo inicial que o vendedor/comitente aceita vender o bem ofertado (Lote ou Sublote).

    • 5.5 É possível ver os bens levados à leilão?

      Sim. O interessado deve vistoriar os bens antes do leilão, pois com a arrematação não mais é possível desistência.

    • 5.6 Como ficam os ônus e gravames anteriores à arrematação?

      Existe um posicionamento prático de que os bens arrematados em leilão devam ser repassados livres e desembaraçados ao adquirente. Destaca-se, no entanto, consultar o Edital de Leilão e o Leiloeiro Público antes de comprar.

    • 5.7 É possível que Lotes sejam retirados/excluídos de um leilão?

      Poderá ocorrer de um ou mais lotes serem retirados do leilão mesmo naqueles que já tenham recebidos lances e desde que fundamentada determinação.

  • 6. Lances
    • 6.1 O que é um lance?

      O lance ou também denominado lanço é a oferta que o interessado faz em prol de adquirir um bem em leilão. Normalmente, os bens têm sucessivos lances até que se chega à maior e melhor oferta de aquisição. Desta feita, o leiloeiro conta, bate o martelo e consuma a venda e a compra aos licitantes.

    • 6.2 Quais são as maneiras de se dar lances?

      Os lances são confirmados através de acenos ou gestos do interessado em adquirir o bem em leilão e antes de ser finalizado pelo leiloeiro (ambiente presencial). Existem, também, as situações em que os bens são leiloados pela internet em ambiente virtual (online) quando serão confirmados pelos usuários habilitados para leilão e conectados ao site mediante login de acesso e senha de segurança.

    • 6.3 Como é feito o registro prévio de lances?

      Os leilões cadastrados no site do Leiloeiro Público e que o vendedor/comitente autorize poderão receber lances prévios à data (dia e hora) de início do leilão. Para isso, basta acessar o leilão, clicar sobre o lote desejado e seguir as instruções para enviar o lance prévio. Destaca-se, no entanto, que estes lances prévios não eliminarão as futuras possibilidades de lançar ao iniciar o leilão, ou seja, no dia e hora marcados.

    • 6.4 O que significa o incremento entre lances?

      É o valor entre um lance ofertado e outro sucessivamente. O critério e valor será, na maioria das vezes, estipulado pelo leiloeiro no momento em que o bem está sendo apregoado. Ocorre, no entanto, que o incremento é uma sugestão feita pelo leiloeiro para melhor ordenar o andamento da disputa. Resta, com isso, que eventuais interessados poderão extrapolar o valor do lance de incremento com ofertas que sejam superiores aquela sugerida. O incremento mínimo é estabelecido mas o máximo é livre aos interessados.

    • 6.5 Qual a maneira de programar lances na ferramenta do site do Leiloeiro Público?

      O site do Leiloeiro Público oferece dentre uma das suas ferramentas de comodidade ao usuário a de se estabelecer lances previamente programados. Esta comodidade visa resguardar eventuais desencaixes entre os horários dos leilões e a disponibilidade do usuário em lançar. Desta forma, o usuário poderá deixar programado a sua sequencia de lances e até quanto pretende ofertar na disputa do bem, observado um incremento fixo por ele estabelecido e não menor ao incremento determinado pelo leiloeiro. Esta fixação de um valor máximo resguarda ao usuário a sua participação na disputa mesmo que o mesmo não esteja conectado no momento do leilão. Esta ferramenta e controlável pelo próprio usuário seja para ativar ou até mesmo desativar.

    • 6.6 O que caracteriza uma venda condicional?

      Em situações excepcionais e quando não ocorrer lances em disputa sobre determinado bem ou, ainda, na situação de um lance ter sido ofertado com valor inferior ao valor mínimo inicial poderá o leiloeiro o acatar para que seja remetido ao vendedor/comitente a fim de confirmar a sua aceitação ou não. Os demais detalhes deverão constar em Edital sobre esta condição e os seus prazos.

  • 7. Arrematação
    • 7.1 Quais as informações necessárias para quem arrematar um bem?

      Sempre que possível, serão ordenados os arremates com a assinatura do boleto de compra, confirmação da documentação do arrematante e do pagamento e comprovação dos valores correspondentes ao bem adquirido.

    • 7.2 Quando ocorre a assinatura do Auto de Arrematação?

      Será expedido o Auto de Arrematação em relação aos bens que foram adquiridos em leilão judicial cujo teor será assinado pelo leiloeiro, pelo servidor da secretaria e pelo juiz da arrematação. A partir desta data começa o prazo legal para eventuais recursos à arrematação.

    • 7.3 O que preciso saber quando ao pagamento do bem arrematado?

      As condições relativas ao pagamento do bem arrematado em leilão estarão descritas no Edital e elencadas no site do Leiloeiro Público. Demais dúvidas deverão ser previamente esclarecidas com o leiloeiro. O participante declara que o lance antecipado, bem como, outros que sejam remetidos são do seu interesse e que cada oferta efetuada se refere a uma compra, cujo pagamento efetuará de acordo com o edital do leilão e esta ciente de que sendo o seu lance o vencedor será comunicado para que no prazo de 24 horas efetue o pagamento através de depósito bancário (ou outra indicação convencionada), além do valor correspondente a 5% (cinco por cento) sobre o valor da arrematação, a título de comissão ao leiloeiro em contas a serem indicadas.

    • 7.4 Quais as implicações no atraso do pagamento?

      Quaisquer divergências ou situações causadas pelo arrematante e que gerem atraso no pagamento do bem arrematado estarão sujeitas as penalidades da lei, ou seja, perda do sinal, das custas e da comissão do leiloeiro. Ainda assim, poderá incidir multa de 20% sobre o valor do bem arrematado em leilão e o inadimplente incorrer em crime por impedir, perturbar ou fraudar em venda pública (artigo 335 do Código Penal).

    • 7.5 Qual o prazo para liberação do bem arrematado?

      O Edital trará a previsão de entrega do bem leiloado e vendido. Geralmente, nos leilões extrajudiciais, este prazo é bastante reduzido e em virtude das ágeis liberações dos documentos e das prestações de contas pela equipe administrativa do Leiloeiro Público. Nos leilões judiciais este prazo ocorre em média de 60 (sessenta) dias salvo nas situações em que envolvam recursos ou demais desembaraços.

  • 8. Venda direta
    • 8.1 O que é a Venda Direta?

      VENDA DIRETA PÚBLICA*= modalidade de venda será batida o martelo ao primeiro que lançar e confirmar o pagamento, sem disputas para a entrega destes bens que já estiveram em dois sucessivos leilões sem o registro de ofertas. Existem, também, situações específicas e quanto aos leilões judiciais cujos bens não obtiveram lances ofertados na ocasião do apregoamento. Desta maneira, o leilão teve resultado considerado negativo. Excepcionalmente, para estas situações, poderá o juiz autorizar que o leiloeiro proceda a venda direta e nas mesmas condições de outrora dentre um prazo médio entre 60 e 90 dias.

    • 8.2 Como efetuar lance em um bem que esteja em Venda Direta?

      1) Fazer login com senha em sua conta +  2) Acessar a Venda Direta do seu Interesse + 3) Entrar no Lote do seu interesse + 4) Acessar o comando "Acessar Tela de Lances" + 5) Clicar sobre o botão "Confirmar Lance Inicial" + 6) Feito isto sua oferta de compra terá a confirmação com a emissão da Fatura de Arremate em Venda Direta e recolhimento do numerário devido. 

  • 9. Venda antecipada
    • 9.1 O que é a Oferta Fechada?

      OFERTA FECHADA EM VENDA DIRETA*: é a modalidade de Venda Direta exclusiva aos CADASTRADOS E HABILITADOS na Plataforma Eletrônica do Leiloeiro Público. Nestas vendas, as ofertas são realizadas em condições fechadas, sem o conhecimento dos demais lances nem dos interessados e a batida do martelo será ao primeiro que ofertar e confirmar o sinal, sem disputas para a entrega do bem. 

    • 9.2 Como arrematar um bem que esteja em Oferta Fechada em Venda Direta*?

      1) Fazer login com senha em sua conta + 2) Acessar a Oferta Fechada em Venda Direta do seu Interesse + 3) Entrar no Lote do seu interesse + 4) Acessar o comando "Acessar Tela de Lances" + 5) Clicar sobre o botão "Confirmar Lance Inicial" + 6) Feito isto sua oferta de compra terá resposta em até 24 horas ou outro prazo estipulado em Edital.

  • 10. Considerações gerais
    • 10.1 Passo a passo para o Leilão Online:

      1. Procure Oportunidades: Móveis, Imóveis, Empresariais, Máquinas, Sucatas e Outros. 2. Faça uma Visita: Faça contato com o Leiloeiro Público oficial e agende a sua visita ao bem de seu interesse. 3. Solicite sua Habilitação: Clique no ícone verde e solicite a sua habilitação para lançar Online. Caso não seja cadastrado efetive o seu cadastro. 4. Efetue seus Lances: Após o cadastro sua "Tela de Lances Online" será liberada. Salve seus bens favoritos, programe lances automáticos e efetue os melhores negócios. 5. Feche suas Aquisições: Se o seu lance for o vencedor será efetivada a liquidação dos valores envolvidos e você poderá fazer a retirada dos bens arrematados.

    • 10.2 Quais as considerações gerais aos usuários do site do Leiloeiro Público?

      Todas as informações cadastrais são confidenciais e guardadas em sigilo. Não será admitido em hipótese alguma, o cancelamento de lance, devendo, portanto, o participante se certificar previamente da situação física e documental do bem, do seu estado de conservação, das condições de venda e das formas de pagamento do leilão. Os participantes de leilão estão sujeitos às normas de responsabilidade civil e criminal. Demais dúvidas favor entrar em contato conosco pelo endereço eletrônico: contato@leiloeiropublico.com.br.